---

  • ?
  • ?

---

  • ?
  • ?


Ações para solucionarem problemas com novas enchentes são planejadas pela Prefeitura de Xanxerê

Publicado em 22/10/2018 às 12:58 - Atualizado em 22/10/2018 às 12:58


Créditos: Leticia Faria/AssCom Baixar Imagem

Com o intuito de solucionar os problemas recorrentes da forte chuva em Xanxerê, o prefeito Avelino Menegolla reuniu na manhã desta segunda (22), sua equipe juntamente com representantes da Defesa Civil Regional e Municipal e demais entidades. Em pauta ações de curto, médio e longo prazo para solucionar os pontos de alagamento e, a construção das bacias de contenção de água da chuva.

A limpeza do Rio Xanxerê e seus afluentes permanecem, como ação de curto prazo. Outra ação que já se inicia, é a definição das áreas com maior necessidade de intervenção do poder público, para construção das bacias de contenção de água da chuva. A prefeitura encaminha, ainda esta semana, para a Defesa Civil de Santa Catarina ofício solicitando apoio para realização de levantamento técnico. O objetivo é fazer com que profissionais da Defesa Civil estejam em Xanxerê, verificando os locais. As bacias devem ser construídas nos afluentes do Rio Xanxerê, que passam pelos bairros Leandro, Nossa Senhora de Lourdes, Colatto, Veneza e, na Linha Passo Trancado.

Outras ações, de médio a longo prazo, são reforçar a educação ambiental, atuando nas escolas orientando os alunos e comunidade em geral. E, também, realizar estudos mais aprofundados para a aprovação de novos loteamentos. O prefeito reforçou que é preciso atuar neste sentido, a fim de evitar novos danos e prejuízos aos moradores e comerciantes das áreas mais afetadas.

- Precisamos estar unidos e seguir com este estudo e projeto que estamos desenvolvendo para solucionar o problema. Nas últimas situações deste mês de outubro, tivemos a forte chuva, com muito volume de água em pouco tempo, além do descarte incorreto do lixo, que tem causado entupimento dos bueiros e bocas de lobo. Por isso, reunimos nossa equipe e as entidades, para definir as ações – disse o prefeito.

Na reunião, para definir as áreas com maior necessidade de intervenção do poder público, participaram a Secretarias Municipais de Meio Ambiente, Desenvolvimento Econômico e Obras, além da FCDX, Câmara de Vereadores, Seai, Creci, Acix, Plano Diretor e Conselho Municipal.