---

  • ?
  • ?

---

  • ?
  • ?


COMUNICADO

Publicado em 26/03/2020 às 15:54 - Atualizado em 26/03/2020 às 15:54

NOTA À IMPRENSA

Em relação a declaração do Secretário Estadual de Saúde na noite desta quarta-feira (25) afirmando que o Estado não havia sido notificado sobre o caso do paciente que foi a óbito com suspeita de COVID-19 em Xanxerê, a Secretaria Municipal de Saúde de Xanxerê, através da Vigilância Epidemiológica vem a público esclarecer que:

  • No protocolo e notas técnicas do COVID-19, existe um fluxo estabelecido e que deve ser cumprido. Mediante um caso suspeito de coronavírus que se encaixe nos critérios estabelecidos e que o profissional médico solicite o exame do paciente internado com síndrome respiratória aguda grave, é obrigatório que o Hospital Regional São Paulo ou o Centro de Atendimento ao Coronavírus entre em contato com a Vigilância Epidemiológica Municipal, sendo que esta entra em contato com a Regional de Saúde, para que se discuta se o paciente se encaixa nos critérios da doença. Caso se encaixe nos critérios, é feita a coleta do exame para COVID-19, notificado pelo Sistema de Informação da Vigilância Epidemiológica da Gripe (SIVEP-Gripe) e encaminhado amostra ao Laboratório Central de Saúde (LACEN), em Florianópolis.

 

  • Todos os casos de pacientes suspeitos até o momento foram notificados à Regional de Saúde, apesar de não ser notificado no Sistema de Informação da Vigilância Epidemiológica da Gripe (SIVEP-Gripe) em razão do mesmo estar apresentando instabilidade.

 

  • Desde segunda-feira (23) a Vigilância Epidemiológica de Xanxerê (Núcleo de Vigilância Hospitalar) avisou a Regional de Saúde que o SIVEP-Gripe não está funcionando.

 

 Mesmo assim, a Vigilância Epidemiológica Municipal entrou em contato com a Regional de Saúde relatando sobre este problema e avisando sobre os pacientes suspeitos no município, inclusive o caso do paciente que veio a óbito na terça-feira (24).

 

  • Compete à Regional de Saúde repassar à Secretaria Estadual de Saúde as notificações recebidas.