---

  • ?
  • ?

---

  • ?
  • ?


Programa de Erradicação do Trabalho Infantil modifica atuação em Xanxerê

Publicado em 05/06/2020 às 12:20 - Atualizado em 09/06/2020 às 14:47

O mês de junho é destinado à realização da Campanha Nacional de Combate ao Trabalho Infantil. Neste ano o tema trabalhado é “COVID-19: agora mais do que nunca, protejam crianças e adolescentes do Trabalho Infantil”. Em Xanxerê, o Programa de Erradicação do Trabalho Infantil (PETI) atua fortemente no combate a violação de direitos das crianças desde o ano de 2015, e este ano tem ainda o desafio de reelaborar o planejamento das atividades perante o coronavírus.

Considerando as orientações de isolamento social que proíbem as atividades coletivas, a estratégia encontrada para o enfrentamento do trabalho infantil diante do atual cenário é a realização de campanhas nas mídias sociais e meios de comunicação a fim de sensibilizar toda a comunidade.

Também serão disponibilizadas para as escolas do município máscaras laváveis a serem distribuídas às crianças e adolescentes pertencentes ao maior grupo de risco.

Trabalho Infantil em Xanxerê

Em Xanxerê, dados do censo de 2010 apontaram um alto índice de trabalho infantil, correspondendo a 13,8% da população na faixa etária de 10 e 15 anos, por isso a atuação do Programa de Erradicação do Trabalho Infantil se faz necessária, para garantir os direitos das crianças, previstos em Lei.

Trabalho infantil no Brasil

O trabalho infantil ainda é uma realidade para milhões de meninas e meninos no Brasil. Segundo dados da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (PnadC), em 2016 haviam 2,4 milhões de crianças e adolescentes de cinco a 17 anos em situação de trabalho infantil, o que representa 6% da população (40,1 milhões) nesta faixa etária. Assim, o Brasil assumiu o compromisso de erradicar todas as formas de trabalho infantil até 2025.